Versículo Bíblico do dia

Jogo Biblico

terça-feira, 30 de março de 2010

Não aconteceu ontem, mas vai acontecer hoje


Seria uma incoerência crer que existe um Ser Maior que tudo fez e tudo faz; que está em todos os lugares e preenche todos os espaços; que possui a força e o poder; que rege todo o universo; que o Seu amor é imensurável e não se pode compreender; que nos criou com tanta glória e agora... Tenha nos desamparado.

Seria uma incoerência de nossa parte acreditar que este Ser Supremo nos deixa a mercê das intempéries e entregues indefesos às vicissitudes e mazelas da vida.

Não. Não acontece assim. Não existem pessoas desamparadas, mas sim, pessoas sem atitudes de fé.

No texto bíblico de Lucas 18, Jesus nos dá a direção, o ensinamento de como devemos agir diante das adversidades, através de uma parábola que ensina a persistência e a não desistir da vitória jamais.

1- E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desanimar.

Nunca desanimar.

Havia numa cidade um certo juiz que nem a Deus temia nem se importava com os homens. E havia também naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: faze -me justiça contra meu adversário.
Diz o texto que por um bom espaço de tempo, o juiz se recusou a dar à viúva ganho de causa. Mas, finalmente, disse a ele mesmo: Embora eu não tema a Deus e não me importe com os homens, esta viúva está me aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça para que ela não venha mais me importunar.

Jesus disse: Ouçam o que diz o juiz injusto. Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos que clamam a Ele dia e noite? Ele lhes fará justiça, e depressa.

Vejo a viúva como símbolo de desamparo. Não tem mais o marido como provedor de suas necessidades físicas, emocionais, substanciais e de apoio. Mas Jesus nos ensina que a persistência, e a perseverança, nos garante a providência divina em relação aquilo que queremos.

A viúva não desanimou e não desistiu com os vários nãos que o juiz lhe respondeu. Ela não pensou como muitos pensam e dizem: “Ah, se tivesse que acontecer já teria acontecido!”

Não e não! A viúva não disse isso. Ela disse: “Eu não desisto”. “Eu não retrocedo”. “Não aconteceu hoje, mas vai acontecer amanhã”. “Eu não desisto”.

A atitude da viúva não se aplica às atitudes de muita gente que ao receber um não de alguém ou da vida, desanima, desiste, retrocede, acredita que não é para acontecer porque, se fosse para acontecer já teria acontecido. E retrocede.

Jesus nos ensina que quem não desiste, vence.

Mesmo o juiz sendo humanamente mais forte, foi a viúva quem venceu. Mesmo ele dizendo que não julgaria a causa dela, ela não desistiu e venceu pela persistência.

Essa tem que ser a sua fé e o seu Espírito. Não aconteceu ontem, mas vai acontecer hoje. Não aconteceu no ano passado, mas vai acontecer neste ano.
Aprenda a persistir com Deus clamando em oração. Persista também com os homens até que seus objetivos sejam atingidos e seus desejos concretizados.

Persevere mesmo que ainda você ouça: “Não vai acontecer”, porque com certeza, vai acontecer.
Diga: “Eu não desisto, eu não recuo, não retrocedo, não abro mão da minha vitória e da realização dos meus sonhos, e assim será em nome de Jesus.

Por que “Em nome de Jesus”?

Porque este nome tem poder nas leis do céu, da terra e de todo Universo.

Bispo Maurílio Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Quantos já visitaram

Contador de visitas
Powered by Primeiro lugar